Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

2º Estágio Internacional de Defesa Cibernética

Acessos: 469

Brasília/DF - No dia 26 de maio foi realizado o encerramento do 2º Estágio Internacional de Defesa Cibernética para Oficiais de Nações Amigas, na oportunidade o Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, General de Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha e o Comandante de Defesa Cibernética, General de Divisão Angelo Kawakami Okamura, realizaram a diplomação dos concludentes do Estágio. Prestigiaram o evento, além das autoridades militares brasileiras, adidos e representantes das Nações Amigas.

            Conduzido pelo Centro de Instrução de Guerra Eletrônica (CIGE) no período de 15 a 26 de maio 2017, o 2º Estágio Internacional de Defesa Cibernética contou com militares de 10 países, englobando Europa, Ásia, África e a América do Sul, participaram do estágio, juntamente com representantes brasileiros do Exército e da Aeronáutica.

            Os principais objetivo são: capacitar Oficiais de Nações Amigas a realizar ações de proteção cibernética de redes de computadores e sistemas de informação, promover o intercâmbio doutrinário e técnico com militares de nações amigas e contribuir para a cooperação internacional na área de Defesa Cibernética.

            A atividade se reverte de grande importância, pois, além de estreitar os laços com as nações amigas, coopera com a transmissão de experiências entre os diversos países participantes. O trabalho colaborativo da sociedade nacional e da comunidade das nações amigas é de fundamental importância para a defesa dos ativos de informação existentes.

            Durante o estágio, os participantes realizaram exercícios práticos e, ao término do período de atividades, lançou-se um desafio entre equipes com o emprego de um software nacional, o Simulador de Operações Cibernéticas (SIMOC).

registrado em:
Fim do conteúdo da página